CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

segunda-feira, dezembro 28

Quanto tempo a gente leva para repousar os olhos nas pessoas ao nosso redor? E ir deslizando pelos pequenos detalhes, na beleza não manifesta e, ao mesmo tempo, ofuscante? Quanto tempo a gente leva para repousar os olhos nos olhos do outro, sem qualquer pressa, sem procurar ali dentro o próprio reflexo? Foi esses dias, Teresinha, eu aninhei as mãos de minha avó por dentro das minhas, encostando o meu rosto em seus dedos tão frios, como se ela tivesse acabado de nascer em seu corpinho já envergado pelo tempo e marcado pelos dias. Naquele segundo, eu entendi que nada era mais urgente, nem mais importante, do que ouvir a minha avó reaprendendo a falar... e que eu sequer começaria a ver alguém - além de mim mesma - se não pudesse enxergar as pessoas para as quais olhei a vida inteira.

sábado, dezembro 26

Entao me diz



Me diz o que mais poderia ser tão forte quanto a paixão para transformar num silogismo essa nossa antítese? É como se fôssemos apenas duas premissas simplesmente esperando por uma conclusão lógica.


Sabe... eu ainda não me cansei de dizer como realmente gosto de você. :)

Bem do jeito que você é! ♫

segunda-feira, dezembro 21

Então, é Natal?

[..] Papai Noel, vê se você tem, a felicidade pra você me dar .. eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel .. Bem assim felicidade, eu pensei que fosse uma Brincadeira de papel, Já faz tempo que eu pedi mas o meu Papai Noel não vem. Com certeza já morreu ou então felicidade é brinquedo que não tem. .
Quando era criança eu pensava que todo mundo fosse, mas dai você cresce, e consegue ver que o saco do Papai Noel é um tanto quanto seletivo.. euheheuheuehueheu :)

"O Natal vem vindo, vem vindo o Natal..." Então né, mais um Natal chegando e a gente se enche daquele espírito de bondade e esperança.. he.. é clichê, mas não há outro meio, pois temos realmente que pensar melhor, pra frente, pra cima. Pensar que tudo vai melhorar mesmo, senão, pra que estarmos por aqui né ? bom eu particularmente nem gosto muito do natal. mas é uma epoca boa, onde a familia se reune, tem aquela troca de carinho e presentes, qe nao ocorre todos os dias ne, - embora eu ache que seria digno, qq-mas eu prefiro a virada, entao eu vim aqui né tentar dizer a quantas anda ' meu final de ano' ANDA UMA MERDA. -q serio, eu queria qe eles ate correcem se possivel vio, nervo sô. sdijsdisdjsdijsdisojdsdoijsdoisdjiosdjo' eé eu nao to boa mesmo nao, muitas coisas acontecendo e eu nem vou poder viajar na virada, ja que sou uma escrava do trabalho -s- então só em janeiro paara dar uma descansada que na boa, nao seraá descansada bosta ninhuma, porqe tem aqela correria de se arrumar, comprar roupas - atoron- e finalmente viajar, eu nao queria viajar nessi findi, juro proces quee eu queria ficar numa boa na minha casa, curtindo um sonsinho , uma champanhe, uma taça, e uma banheira com espuma, kkkkkkkkk morri / nem é. mas assim de verdade nao tava afim de ir pra mesquita nao,é porque eu quero é coiiiiiisa nova, ASHUAHSUHSAUHSA kesmuié ne. mas agora falando serio, eu vou pra lá, em janeiro, e vou fugidaaaa, kkk vou de trem qe gracinha, que gracinha *_*
e vou ver as meninas chatas de lá, - ja que eu nao conheço nenhum menino da cidade, a nao ser os da familia, e o Alan - e uns que eu tenho adc no orkut, mas nem converso quando vou pra lá , fiz leras de amigos em Ipatinga, mas nao conheço qase ninguem pessoamelnte, dae entra aquela tese: pessoas especiais sempre moram longe. mas enfim eu estou a mil, cabeça duendo, e to com uma baita dor na boca do estomago , meu medico disse que pode ser gastrite, mas eu to tomando remedio e nem ta adiantando muito, para de doer uma hora, dai doi mais duas, e assim vai indo .. diacho vio, essas coisas me irritam, pqe eu odeio passar mal, kkkkkkkkkkk' Ah, e eu montei um quarto só pra mim , do lado de fora da casa, agora eu posso ficar tranquilinha, ouvindo minhas musicas, escrevendo minha web, sem ser interrompida, e sem que eu tenha que apagar a luz, pqe a bunita da minha irmã quer dormir .. deu um trabalho pra deixar ele limpinho, e perfumado, mas eu fiz isso tudo hoje, entao boa sorte pra mim .

sábado, dezembro 19

Esta noite dormi com a janela aberta, esperando um pensamento transformado em vento que viria iluminar minha madrugada como uma lua cheia de luz. Porém, a única coisa que me apareceu foi um pernilongo chato que ousou estragar meus sonhos. E o mais estranho de tudo, que mesmo com o forte calor, um frio se instalou no meu quarto. Mas não era o frio normal que sentimos quando estamos no inverno. E sim um frio de quem dorme sozinha querendo um abraço, de quem ouve milhares de vozes durante o dia , mas sente falta de apenas uma pra dizer “Boa noite querida”. Só quero saber até quando o Anônimo vai ficar anônimo, resistir e lutar contra a solidão de querer apenas uma pessoa e evitá-la. Diz o ditado: A vida é curta. Diz um compositor desconhecido metido a jornalista: Felicidade não existe, o que existe são momentos felizes. Vive melhor quem coleciona mais momentos alegres. Eu tenho alguns destes momentos aqui, louca para compartilhar.. Interessa pra você?

quarta-feira, dezembro 16

algumas coisas.

Algumas coisas em nossa vida só são percebidas ao passar do tempo.Por exemplo:Só com o tempo descobrimos que as pessoas são realmente humanas, sujeitas a falhas e fraquezas. Também com o tempo, percebemos que algumas pessoas falham demais, e pior, ainda se acomodam sem nada fazer para mudar essa “característica”.Só com o passar do tempo descobrimos que os machucados internos, no coração ou na alma, doem muito mais do que qualquer ferida externa. Para curar feridas do corpo contamos com a mais moderna ciência, enquanto nossas dores espirituais só são curadas com um único e lento remédio-O TEMPO.Também só depois de muito quebrar a cabeça aprendemos a valorizar coisas mais simples como a família ou um abraço. O inventor da frase: Só se valoriza algo quando a perde- é realmente um gênio do comportamento humano. Com o tempo a gente descobre também que não adianta nos preocuparmos só com a beleza de nossos corpos. As rugas, pés de galinha, e calvícies estão aí pra mostrar que vale muito mais uma alma rica e jovem do que um corpo sarado, com prazo de validade estipulado em 30 e poucos anos.Outra coisa que aprendemos tardiamente é que não adianta fazer planos, imaginar um futuro distante e depositar nele sua receita de felicidade. Os momentos mais prazerosos da vida são vividos despretensiosamente. Um pôr do sol, uma noite admirando a lua cheia ao lado da pessoa amada, uma pelada com os amigos para os homens, um elogio sincero para as mulheres. Coisas simples, mas que causam efeito positivo eterno em nossas almas.Como disse acima, existem coisas que só com o tempo descobrimos e valorizamos. Porém muitas, senão todas, podem ser feitas hoje mesmo, por mim e por você.Um gesto de carinho, um olhar amigo, uma presença sincera. Se as melhores coisas da vida são simples, porque não começar a faze-las a partir de agora. Porque esperar pelo incerto amanhã se hoje podemos ser melhores, mais unidos e felizes. Pra que esperar um pai morrer para dizer que o ama? Pra que sofrer a perda de um namorado, se hoje ele está ao seu lado só esperando um pouco mais de doação e carinho. Pra que perder tempo criando expectativas demais se sabemos que muitas delas causam mais decepção do que felicidade. O caminho é esse..esperar menos e fazer mais, cobrar menos e se dar mais, chorar menos e sorrir mais..ser mais intenso, sincero e honesto consigo. Tudo isso para que não seja tarde demais quando descobrirmos que não precisamos de tanto tempo assim para sermos felizes...

terça-feira, dezembro 15

ironia.

não é irônico?
nós ignoramos quem nos adora e adoramos quem nos ignora; amamos aqueles que nos machucam e machucamos aqueles que nos amam.

segunda-feira, dezembro 14

o estranho dom de voar.

Podia ter se adaptado, mas preferiu ser como queria. Depois de tudo o quê havia passado, podia se dar a esse luxo. Ao ouvir o mínimo murmúrio do vento, se escondia. Através daqueles corredores o ar se tornara gélido, insuportável para ele. Não sabia explicar o porquê de tanto medo, mas sabia que havia algo de estranho entre ele e o vento. Mas um dia, numa noite clara e quente, furtivamente resolveu fugir, tentar escapar daquela prisão mesmo ainda não sabendo ao certo se a prisão era sua mente ou aquelas paredes. Correu sem parar, à luz da lua cheia, ainda um pouco receoso pois, sabia que a qualquer momento o vento poderia surpreendê-lo. Então começou a perceber o quê perdia por estar preso, viu inúmeras cenas ao ar livre passarem por sua cabeça e ao mesmo tempo sentiu ódio por privarem-no daquilo. Foi então que, de súbito, decidiu enfrentar seu maior pesadelo, exorcizar seus medos. Subiu até a montanha mais alta disposto a encarar o vento, e admitir que não tinha mais medo dele. E com um abismo à sua frente, o mar batia contra às pedras lá embaixo, ele encarou o horizonte e gritou:

- Não tenho mais medo de você!!

Foi aí então que o vento bateu como uma onda, arremessando-o para o ar. Ele subiu sem parar, rodopiando e ao mesmo tempo são de tudo o quê se passava. A terra se distanciava cada vez mais rápido de seus pés, e ele pôde perceber suas enormes asas brancas que o levavam para longe dali. Ainda não conseguia controlá-las, parecia que tinham vida própria. Elas o levaram para uma altitude quase sufocante, rarefeita, e o ar frio fazia o medo aumentar mais ainda. Então as asas o fizeram planar e ele, aterrorizado, começou a perceber que elas não lhe queriam mal. O faziam sobrevoar toda a costa por onde sempre se imaginou correndo, o mar era mais belo àquela hora, e a lua estava tão grandiosa no céu que parecia olhar para ele. Foi então que começou a se acostumar e até tentou aproveitar o vôo, mas nesse momento sentiu que tomava o controle das asas. Aí todo o medo ficou pra trás, toda a angústia que lhe afligia a alma fora esquecida. Se sentia pleno, nato, vivo. Todo aquele constrangimento da vida se tornara plena satisfação. Esse era o ingrediente que faltava pois agora tinha certeza que estava em seu habitat natural, percebera o seu lugar.

Vôou de volta até onde havia sido aprisionado, para destruir as correntes que aprisionaram tantos outros, por tanto tempo. Fez com que todas as correntes e grades fossem abertas só com a força de suas asas. Mas havia sido pêgo de surpresa quando sentiu seu sangue escorrendo por onde uma faca havia lhe penetrado a carne. Tal faca era de homens sem face que o aprisionaram. Tentaram detê-lo inutilmente, mas ele ainda se manteve de pé e libertou a todos. Pois o novo amor pela vida era o suficiente para ele e para todos que o acompanhassem.

Às vezes ainda se vê um estranho ponto no céu, um ser humano que recebeu o dom de voar.

quinta-feira, dezembro 10

Meu coração só que ouvir tua voz.

' Victor Matias diz: *no proximo post, fale de mim e da nossa conversa do telefonee *----*

Então, eu ouvi sua voz, e voce cantando no telefone pra mim .. ain que liiiiiindo lindoooo !

É incrível como existe contraste na vida! qeremos sempre viver bons momentos, e pode ter certeza que o dia em que eu te conheci foi um desses.. bem que dizem por ai que tem pessoas que entram na sua vida sem querer e do nada se tornam uma das pessoas mais importantes dela. deixam um pouco delas e levam um pouco de nós. Mas é incrível como algumas não passam. Permanecem, intactas, onde nada e nem ninguém as faz sair de lá. Pessoas que não ocupam apenas mais um lugar em você. mas oucupa O LUGAR , aquela que não substitui, que o tempo não apaga, que a distância não atrapalha e nem as desavenças do mundo .. nada é capaz de desfazer algo em que faz tão bem e ao mesmo tempo é tão essencial .. Você concerteza é uma dessas pessoas, que a cada diasinho me conquista mais e mais! pelo fato de ser uma pessoa super IMPRESSIONANTE! é sim, voce tem um carisma muito peculiar, um mistério envolvente, suas palavras são doces, seu sorriso muito sincero, um homem sensível, educado, romântico, inteligente e um profundo conhecedor da alma feminina.. ( eu falo serio, voce sabe o jeito de agradar). E além de todas essas qualidades consegue ser LINDO! Ain Victooor, te conhecer foi algo muuito especial. Nossas poucas, porém produtivas conversas sempre me levaram a questionamentos e conclusões que tenho comigo até hoje. Acho que vc não tem idéia da admiração que tenho por voce.! ameeeei de verdade falar com voce ao telefone, isso foi um passo a mais na nossa amizade, e eu pude saber, que voce tem a voz maior gostosa de se ouvir *.* Quero nas promessas de teu olhar ultrapassar as fronteiras de qualquer universo, quero além de seus carinhos aprender cada lição de viver a favor de ser feliz, quero além de qualquer tradução ler seu olhar e sentir seu coração, quero em algum momento da vida poder estar e abraçar voce. muitos dizem 'teamo' da boca pra fora, mas meu cleeep maniaco, nao é minha boca quem ta dizendo isso, é o meu coraçãosinho de menininha boba, que amou de vdd conhecer um garoto, tao legal, lindo, e amigo como voce. Eu sei que esse amor não pode ser substituído por palavras.

Você, pra mim, mostrou que eu não sou sozinha nesse mundo. Cuida de mim enquanto finjo que sou quem eu queria ser [..]

terça-feira, dezembro 1

oque dá p/ fazer em palavras.

Deixa, deixa, eu dizer o que penso dessa vida ..
.. preciso demais desabafar.
Não, não gosto de Marcelo D2, mas a música soa muito o que quero fazer desse post.

Não me lembro de já ter dito isso aqui , mas todos que me conhecem ja devem ter me ouvido dizer que o que vem de baixo não me atinge mais me desiquilibra .. porem não me faz mais sentir mal.. resumindo, quem me odeia que vá tomar caju, haha. E quem me odeia inclui quem me acha estranha, quem me acha emo, quem me acha boba, quem me acha criança .. opiniões cada uma tem a sua e eu respeito muito, o importante é que eu goste. Podem achar de mim o que quiserem, porqe eu não são nada a menos do que eu mesma ! Continuando, o mundo pode desmoronar sobre minha cabeça como se fosse uma peça de um carro de formula 1 atingindo meu capacete , falo isso em meus sentimentos, to confusa como se realmente tivesse levado uma pancada na cabeça, deu até a dor de cabeça natural que vem quando pensamos muito em algo. Porém esse mesmo mundo que desmoronou sobre mim me fará e dará forças para reconstruir rapidamente minha vida, eu sou convicta do que digo agora, apesar de pensar bastante, faz uns dias que decidi o que iria fazer e bem...até hoje não mudei de opinião, tudo depende da prática, porque na teoria a decisão tá certa. E não preciso dizer sobre o que tô falando, quem me conhece e eu confio sabe muito bem qual é o assunto, fiz isso pra desabafar, o blog não tem interesses comerciais, gosto que leiam ele, mas gosto que leiam apenas pessoas que dariam comentários construtivos, não coisas sem nexo e sem graça. E bem, de pessoas assim, com comentários bons, o mundo está sentindo falta, 'i'ts a Mad World', como me faz acreditar Donnie Darko. Minha cabeça está cheia de nós, problemas.. mas só consigo pensar em um deles, o que mais me destrói e que levo fé conseguir reconstruir, farei de tudo para isso acontecer. Não quero que soe poético, não quero que soe romântico, não quero que soe crítico, quero apenas que soe o que sinto e penso agora, estou apenas tentando descrever o que sinto , isso é apenas o que da pra fazer em palavras. Me importei muito com o que soaria no que escrevo e agora percebo que ninguém que escreve bem realmente se importa, então.. escrevo mal? Foda-se. Quero apenas escrever, isso me faz bem e não importa a opinião de mais ninguém.


''Quer se trate de casa, das estrelas ou do deserto, disse eu ao principezinho, o que faz sua beleza é invisível!''

segunda-feira, novembro 30

E hoje sinto-me ..

.. como a chuva que cai. Pesada, fria, breve.
Sem esperança. Num processo de evaporação mais veloz que o próprio caminho percorrido até ao chão..

sábado, novembro 28

O Guia do Mochileiro das Galáxias diz o seguinte a respeito de voar:

Há toda uma arte, ele diz, ou melhor, um jeitinho para voar. O jeitinho consiste em aprender como se jogar no chão e errar. Encontre um belo dia, ele sugere, e experimente.A primeira parte é fácil. Ela requer apenas a habilidade de se jogar para a frente, com todo seu peso, e o desprendimento para não se preocupar com o fato de que vai doer. Ou melhor, vai doer se você deixar de errar o chão. Muitas pessoas deixam de errar o chão e, se estiverem praticando da forma correta, o mais provável é que vão deixar de errar com muita força. Claramente é o segundo ponto, que diz respeito a errar, que representa a maior dificuldade. Um dos problemas é que você precisa errar o chão acidentalmente. Não adianta tentar errar o chão de forma deliberada, porque você não irá conseguir. É preciso que sua atenção seja subitamente desviada por outra coisa quando você está a meio caminho, de forma que você não pense mais a respeito de estar caindo, ou a respeito do chão, ou sobre o quanto isso tudo irá doer se você deixar de errar. É reconhecidamente difícil remover sua atenção dessas três coisas durante a fração de segundo que você tem à sua disposição. O que explica porque muitas pessoas fracassam, bem como a eventual desilusão com esse esporte divertido e espetacular. Contudo, se você tiver a sorte de ficar completamente distraído no momento crucial por, digamos, lindas pernas (tentáculos, pseudópodos, de acordo com o filo e/ou inclinação pessoal) ou por uma bomba explodindo por perto, ou por notar subitamente uma espécie muito rara de besouro subindo num galho próximo, então, em sua perplexidade, você irá errar o chão completamente e ficará flutuando a poucos centímetros dele, de uma forma que irá parecer ligeiramente tola. Esse é o momento para uma sublime e delicada concentração. Não ouça nada que possam dizer nesse momentos porque dificilmente seria algo útil. Provavelmente dirão algo como: "Meu Deus, você não pode estar voando!" É de vital importância que você não acredite nisso: do contrário, subitamente estará certo. Flutue cada vez mais alto. Tente alguns mergulhos, bem devagar no início, depois deixe-se levar para cima das árvores, sempre respirando pausadamente. NÃO ACENE PARA NINGUÉM. Quando você já tiver repetido isso algumas vezes, perceberá que o momento da distração logo se torna cada vez mais fácil de atingir. Você pode, então, aprender diversas coisas sobre como controlar seu vôo, sua velocidade, como manobrar, etc. O truque está sempre em não pensar muito a fundo naquilo que você quer fazer. Apenas deixe que aconteça, como se fosse algo perfeitamente natural. Você também irá aprender como pousar suavemente, coisa com a qual, com quase toda certeza, você irá se atrapalhar - e se atrapalhar feio - em sua primeira tentativa.

A Vida, o Universo e Tudo Mais - Douglas Noel Adams

quarta-feira, novembro 18

Magico de oz

Algum lugar além do arco-íris, Caminho acima, tem uma terra, que eu ouvi uma voz. Numa canção de ninar, Algum lugar além doarco-íris. O céu é azul e o sonhos que você se atreve a sonhar se tornaram realidade .. ♪

Tenho tido sonhos estranhos. Tenho sentido coisas estranhas que nem sei explicar e muito menos dar nome. E o que mais me assusta é ver que não há outro caminho a seguir que não esse que se faz trilha no meu destino. E mesmo que não seja cheio de tijolos amarelos, meus sapatos vermelhos não querem outro. Mas meu homem de lata, meu leão e meu espantalho estão tão longe que eu tenho medo. O mágico se escondeu. O homem de lata já encontrou seu coração numa pequenina que virou sua vida, num livro que virou motivação e num povo que sempre foi vocação. O espantalho que acreditava precisar de um cérebro, percebeu que sua inteligência é como sua calma, esteve sempre ali, e ele, tolo, nunca havia percebido. E o rei da selva, que acreditava só ter tamanho, encontra sua coragem nos percalços que o destino escreveu para ele e nota que o que parecia problema, pode ser alegria e o medo é, no fundo, cautela. Quanto ao meu destino e à cidade das Esmeraldas? Quem sabe eu ainda fique lá, protegida, onde sei que nada poderá me fazer mal. Nem sonhos estranhos, nem a saudade dele que me chega alvoroçada... nem uma saudade qualquer.


ao som de: Norah Jones_Somewhere Over The Rainbow

Porque é só burlando estes infiéis espiões que podemos sentir com a intensidade cabível as coisas boas que o mundo nos esconde atrás de futilidades pobres:
Aquele abraço de saudades; o bocejo da hora do almoço; as tão esperadas 8 horas de sono; o pedido diante do bolo de aniversário; a gargalhada incontrolável; o arrepio que seu toque me causa; o degustar da primeira mordida de um chocolate; o grito da montanha russa; as lembranças de um tempo bom...
E quanto a você? O que te faz fechar os olhos? :)


"Mas quando penso em alguém,
é por você que fecho os olhos. ()"

quinta-feira, novembro 12

Move to the city


This city life is one big pain! But you, you had to move to the city.. Into the city where it all began. You gotta move, You gotta move. ma,ma,ma,ma,ma,ma,ma .. Time you gotta move .. ♫


Ah, sabe aqueles dias que você acorda e se olha no espelho, ea primeira coisa qe você pensa é: quem sou eu? Então, hj é um dia desses pra mim sabe, e no decorrer do dia, fiquei pensando: meu Deus, poq eu sou tão infeliz e fico agindo como se isso não fosse nada? Sei lá, não quero mais negar à mim mesma que estou infeliz e insatizfeita com minha vida, com meu circulo social, com tudo mesmo à minha volta. Não gosto dessa cidade, não me encaixo a nada aqui, nem as pessoas, nem as "suas regras", nem aos lugares, nem mesmo ao clima daqui! Como é que eu vivo à 18 anos em um lugar onde eu não suporto nem o "cheiro" (literalmente falando!)

E que espécie de vida é essa?

Olha, sinceramente, eu sou nova, eu sei, vou aprender mto ainda, e tbb sei disso, e posso estar me apressando, posso estar sendo "afobada" demais, mais eu não acho que seja pecado algum alguem querer ser feliz, e sair do meio que te desagrada! Eu tenho pressa, pressa em ser feliz, mas não tenho pressa de viver, porq eu quero sentir tudo com intensidade, quero ver a beleza nas coisas simples, e os detalhes das coisas grandes, mais pra que isso aconteça, quero sair daqui! Preciso, preciso mesmo, me mudar dessa cidade, sair de perto dessas pessoas que me fazem mal, e ir ser feliz, não sei aonde ao certo, mais só preciso ser feliz! No momento, o que eu faço é planejar e "tentar", dentro do meu alcance, ser feliz, mais não quero mais viver pensando que só quando eu mudar de cidade que serei feliz, quero viver pensando que já estou sendo feliz só de estar em um lugar que se encaixe à mim e que me faça sentir bem, onde alguem goste de mim de verdade, e não fique fingindo "afeições" por conveniência", poq definitivamente, isso não serve pra mim! Acho que é isso, então, vou ter q ir ouvindo "move to the city", até que eu realmente mude. :)

" You gonna move to the city, in to the city where it all began" ♫

quarta-feira, novembro 11

Medo de amar? Parece absurdo, com tantos outros medos que temos que enfrentar: medo da violência, medo da inadimplência, e a não menos temida solidão, que é o que nos faz buscar relacionamentos. Mas absurdo ou não, o medo de amar se instala entre as nossas vértebras e a gente sabe por quê. O amor, tão nobre, tão denso, tão intenso, acaba. Rasga a gente por dentro, faz um corte profundo que vai do peito até a virilha, o amor se encerra bruscamente porque de repente uma terceira pessoa surgiu ou simplesmente porque não há mais interesse ou atração, sei lá, vá saber o que interrompe um sentimento, é mistério indecifrável. Mas o amor termina, mal-agradecido, termina, e termina só de um lado, nunca se encerra em dois corações ao mesmo tempo, desacelera um antes do outro, e vai um pouco de dor pra cada canto. Dói em quem tomou a iniciativa de romper, porque romper não é fácil, quebrar rotinas é sempre traumático. Além do amor existe a amizade que permanece e a presença com que se acostuma, romper um amor não é bobagem, é fato de grande responsabilidade, é uma ferida que se abre no corpo do outro, no afeto do outro, e em si próprio, ainda que com menos gravidade. E ter o amor rejeitado, nem se fala, é fratura exposta, definhamos em público, encolhemos a alma, quase desejamos uma violência qualquer vinda da rua para esquecermos dessa violência vinda do tempo gasto e vivido, esse assalto em que nos roubaram tudo, o amor e o que vem com ele, confiança e estabilidade. Sem o amor, nada resta, a crença se desfaz, o romantismo perde o sentido, músicas idiotas nos fazem chorar dentro do carro. Passa a dor do amor, vem a trégua, o coração limpo de novo, os olhos novamente secos, a boca vazia. Nada de bom está acontecendo, mas também nada de ruim. Um novo amor? Nem pensar. Medo, respondemos. Que corajosos somos nós, que apesar de um medo tão justificado, amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama, fingindo um pouco de resistência mas sabendo que para sempre é impossível recusá-lo.

teempos sem postar, mas idaí ? ninguem lê isso aqui mesmo!
SDHSDUSDHSDUHDSUDSHSDUHSDUDSHUH
;*

quarta-feira, outubro 14

estranho.

ele nunca me contou como realmente se chamava, mais todos o conhecia como Keelp, já imaginei milhares de nomes com esse prefixo, mas sinto que não cheguei perto da realidade. a realidade, essa é a palavra que andei procurando, a palavra que andou se escondendo. Keelp nunca conheceu realmente a realidade, sempre teve um mundo paralelo, e se sentia feliz assim, então nós meros suditos de sua beleza, tinhamos medo de discordar, afinal ele sabia o que dizia, se não sabia enganava sem qualquer falha! ele me fez acreditar que um olhar tinha muito mais a contar que um livro, é por isso que eu sempre disse que ele tinha talento, mas ninguem nunca acreditou em mim, nem ele. não me lembro ao certo como o conheci, eu sempre o via passar por aqui, ele atraia todos os olhares inclusive o meu. ele visitava minha mente todos as noites e trazia com ele, um pouco de insonia. minha mãe não gostava que tocasse em seu nome, eu sabia que ela temia Keelp e isso ao invez de me afastar, subtamente me intrigou, me interessou e me aproximou. quando vi, já estava ao papos com Keelp, os assuntos surgiam de toda parte, da descida do morro da esquina, do ultimo degrau da escada, do banco da praça, ele me contava as coisas mas me escondia outras mas o divertido com certeza ira imaginar o que ele escondia, seus mistérios me deixavam mais presa do que no ultimo capitulo da novela, ele tinha poder sobre mim, sua beleza me indagava, seu sorriso me enfeitiçava, e eu só tinha vontade de ficar ouvindo-o. aprendi muita coisa com esse jovem homem, ele tinha mais experiência do que a maioria das pessoas que convivi ate então, eu podia sentir isso. essa intensa amizade não durou muito, você sabe como são vizinhos. desde então só o vejo pela janela, sair todas as noites antes das onze, é hora marcada, compromisso para mim. ver Keelp sumir na esquina da rua, ainda é um mistério, para mim seu destino, e agora para você também!

terça-feira, outubro 6

e sempre bom.

Dias de fossa são inevitáveis. Você ouve músicas vou-cortar-os-pulsos e não acredita no futuro da humanidade. Mais eis que surge uma criatura abençoada e traz uma trufa que parece ser a salvação. Ou então te dá um abraço, que é todo o amor do mundo reunido em um instante. Ou o celular toca e é aquela pessoa de quem você morre de saudades, mas, por orgulho, não liga. Ou um torpedo que diz um ‘eu te amo’ que você já sabia e, por um instante, se sente a mais alegre e tola dos mortais por ter se esquecido de algo tão importante. Ou tem um querido lá, do seu lado, só pra mostrar que podia estar matando e roubando, mas preferiu ficar contigo pra tudo e qualquer coisa. Enfim, tudo aquilo que me arranque um sorriso sincero já me deixa bem. Seja alo do momento, seja algo planejado não importa: há alguém que quer me ver contente. E só o fato de saber disso já me deixa muito feliz ! :)

segunda-feira, outubro 5

és parte ainda do que me faz forte.

Eu não consigo entender porque o medo está sempre à frente de todas as emoções e sentimentos. Eu não consigo. A impressão que eu tenho é a de que ele teve medo de ser feliz. Não consigo achar outra explicação mais convincente que essa.
Em um dia ele era aquele menino eufórico, que conseguiu fazer com que eu me sentisse a menina mais linda do mundo, e no outro ele era frio, como se eu não fosse nada daquilo que ele havia me dito, e parece que aquilo era uma maneira de se proteger de tudo que nem sequer chegou a acontecer. Eu paro para pensar todos os segundos e fico completamente assustada com a personalidade que ele tem, é complexa demais. Eu só queria que ele soubesse o quanto que ele é incrível. Eu cheguei à conclusão que ele tem medo de se entregar, de se expor e de se arriscar a viver algo. Ele prefere o controle de uma situação fácil de lidar do que uma experiência onde ele vá perder o controle de toda a situação. Ele prefere o conformismo do “certo” (mesmo que o certo não seja o que ele queira.) do que a possibilidade do duvidoso (mesmo que o duvidoso seja o que ele queira, e por ele querer, é o certo, mas ele não vê isso.)
Ele tem medo do amor, isso é outra coisa que eu cheguei à conclusão, e se ele tem medo do amor é porque ele tem medo de ser vulnerável, parecer romântico demais, perder o jogo para o coração e esquecer onde fica a razão. E por isso ele prefere não confiar, não arriscar e não tentar. E os possíveis momentos de felicidade que nós poderíamos ter vivido escorrem entre os dedos, como água. É horrível a sensação de olhar algo e pensar que está sendo desperdiçado, e é assim que eu me sinto quando penso nele: que tem alguém atrás daquela máscara que está sumindo e sendo trocado pelo alguém que está por cima da máscara. Mas tem tantos momentos em que ele me dá aquela chance de espiar atrás da máscara e logo depois a coloca de novo, só para eu pensar que aquilo não existiu ou que era apenas coisa da minha cabeça. Pena que ele não consegue, eu me lembro de tudo o que ele disse e tenho certeza que eu não imaginei as coisas diferentes e ele realmente disse as coisas do jeito que as tenho em mente. Diante de tudo isso que nós passamos todos os dias, todas as mudanças de humor dele, diante de tudo isso, eu tenho vontade apenas da sinceridade dele, dele me dizer o que ele sente por mim de verdade, sem nenhum medo. Eu queria que ele dissesse a verdade, sem falar o que eu gostaria de ouvir e sim o que ele gostaria de dizer. Eu gostaria de entender por que ele me fez acreditar em algo que ele não acreditava que pudesse dar certo. Não falo isso com raiva ou vontade de brigar com ele, mas eu gostaria que ele respeitasse o que eu sempre quiz quando “a nossa relação” começou: não brincar com meus sentimentos.
Se eu escrevo isso, é porque eu nunca me conformei em ter te perdido (antes mesmo de ter te tido). Só que eu não sou capaz de fazer o seu papel nessa história, cabe a você entender o que você sente, eu não consigo amar e pensar por nós dois, me desculpe. E eu acho graça de como você foi capaz de fazer com que eu me apaixonasse por você e ainda por cima admitir isso para você para logo depois você sair do jogo. Era como se eu e você estivéssemos em um porto, você gritava de dentro do barco “entra, entra, amor!” e quando eu resolvi entrar, nós fomos remando até não muito longe dali, e quando eu olhei para o lado você não estava mais no barco, você havia pulado e me deixado sozinha com um gravador com a sua voz, me fazendo pensar que você ainda estava comigo e agora eu já não poderia remar de volta porque aquele barco só poderia ser remado a dois. Eu nunca vou modificar nada do que eu te disse e nada que eu te disse foi mentira. Eu ainda te amo, e não sei até quando isso vai durar, não sei se você vai perceber o que acontece dentro de você mesmo, não sei se você vai tirar essa máscara.
Mas eu ainda te amo, apesar de tudo, e por mais que isso machuque é exatamente como se canta naquela música da Legião Urbana: “és parte ainda do que me faz forte, e pra ser honesto só um pouquinho infeliz.”

quarta-feira, setembro 23

Hoje é seu dia, que dia mais feelizzz o//


Hoje uma menina megaa cabeçudinha ta ficando mais velha, que emocionante *_*
eu nem to la pra comemorar ne, e nem gosto dela mesmo, por isso só tô aqui pra desejar felicidades !
- Engraçado, a tão pouco tempo atras eu nem sabia que voce existia, auahuahauahua
mentirinha ne Rhy? ja tem um tempim qe agente se fala, e eu sou muito feliz por saber que tenho voce na minha vidinha pacata, hoho *o*
- Ah mano, sei que palavras não traduzem sentimentos, mas sei que palavras representam o que queremos expressar. entao entenda sua atrê .. Eu admiro MUITO mesmo você, sempre quis teu bem e sempre vou querer. Desejo que neste dia tão especial em sua vida a felicidade que você merece. Eu desejo com toda a sinceridade e carinho por nossa amizade.
Saiba que mesmo nao nos vendo todos os dias, mesmo nao irmos aá festas juntas, mesmo eu nao tendo varias fotos com voce, eu te considero uma amiga mesmo, e NUNCA vou negar nenhum esforço pra te ver sorrir. Vou e quero estar sempre presente na sua vida. Pode contar comigo, q na minha é sucesso, AHSUASHUSA *-*

fica aqui, um beijo pra você :*
(e me cobra um presente que depois eu te dou!)

segunda-feira, setembro 14

A SAUDADE!

Esse fim de semana foi meeeega bom e especial cara, revii tanta gente linda e amada.! Vi a Mylla, a Kelly, a Rhynara, a Luilla, o Guido, o Alan , a Greyci, Uns tios, vó , primos .. conheci , A Nayn, a Carol, O jojô, e umas outras meninas super legais e pans *.* ó meeeu Dels. é uma felicidade só. eruerireireureioreoreiuouo ;')
Dei pala das brincadeiras na praça, e da festinha no colégio lá .. nao posso deixar de citar que assim como a filha a maaae da Mylla me ama Demais né ? e eu conheeci a mae da Kelly tb' *_*
ka ka ka, eu sou FODINHA demaais, eeeeeu que sou fodinhaaa deemaaais, cul. qqq. kkkk² .. ta párei de me ashar, e de falar nada com nada :O

Na verdade, eu nem ia aparecer por aqui essis dias, mas como o Youtube nao tá me ajudando a postar um video que agente fez nessi sabado, eu vim postar aqui mesmo , HEHEHEHEHE
- momento kelly ensinando o povao a assoviar, véei, a cara da Rhy é a melhor, e a mylla engasgando é de rashar os bico, AAAH e o Gui babouuuu! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk'
narrado por mim, com uma pequena homenagem pra Andressa cara de cotoca, qqqq ; ')


video

Eu sei que sentir saudades é bom, porque a saudade é oque fica daquilo que não pode ficar,
a saudade é a recordação que guardamos dos melhores momentos e das melhores pessoas. Mas ao mesmo tempo que é bom é ruim. É bom porque pode acontecer de aqueles momentos com aquelas pessoas terem sido unicos na minha vida. É ruim porque quando se gosta você quer
sempre ter por perto. E eé assim que eu queria ter voces! [essas meninas ousadas de mesquita, que eu nem gostava, mas que passei a super ter um carinho enorme, e hoje posso dizer que sao amigas, as mais retardadas e lindas, e só pra constar, eu pego todas, BGS ;* mentirinha! UASIHIUHUHIUHEIUHEIRUHIUERHIERHSOPA

Dessas lembranças eu não abro mão! Muitas saudades mesmo :/
Eu amo muito vocês, e NADA vai tirar vocês de mim ! sz

BEIJOS PRA QUEM PASSA ;*
em especial pra: Mylla/Kelly/Rhynara/Guido

né!


.. as pessoas só se importam se você tem boa aparência, tira fotos legais ou se é popular, se não, nem falam com você.

quinta-feira, setembro 10

comoassim (?)


Eu não sou boa de dizer oque estou sentindo olhando nos olhos. Não que eu vá mentir. Mas, sempre vai faltar alguma coisa pra dizer. Já escrevendo, eu consigo dizer todas as palavras, e tentar transpor meus sentimentos. Eu fui sincera em tudo oque eu escrevi ali, nunca fui tão sincera em relação ao que eu sinto. Acho que até fui sincera demais. Mas, eu precisava, eu necessitava. Não dava mais pra guardar tudo aquilo só pra mim. Estaria correndo certos riscos. O risco de ser feliz, ou de me magoar. Magoar, talvez não seja a palavra certa. Porque quando se gosta muito de alguém, por mais que a pessoa tente, ou faça coisas pra te magoar, ela nunca consegue. Podemos até ficar chateados, mas logo depois a chateação passa e da lugar pra calmaria, e tudo volta ao normal. Ás vezes é bom passar por cima de algo e fingir que nada aconteceu. Mas em todas as regras tem suas exeções,e chega um momento que simplismente não dá pra passar por cima de uma coisa que te encomoda tanto, de uma coisa que está gritando para que seja dita. Não passei por cima dessa vez, não fingi que nada aconteceu, e pus-me á prova. Não sei quais serão os resultados da minha sinceridade, não sei oque será daqui pra frente. Mas, eu sinto que não posso desistir agora. É cedo demais. Ainda existe uma esperança, eu posso sentir. Ainda existe um pedacinho de mim em alguém. E por mais que eu me sinta insignificante ao lado dele, por mais que eu saiba que, eu não sou nen 80% de tudo oque ele deseja , eu sei que o sentimento é mútuo e incondicional das duas partes. E só me resta esperar. Com medo de perder, mas com a certeza que nada foi em vão.

Um beijo

segunda-feira, agosto 17

17 de agosto de 2009

Não. DEFINITIVAMENTE eu não amo nenhum garoto no momento. Mas sim, eu sinto ciúmes dos que eu tô afim. E isso é um saco --'
Eu saio por ai, fico com outros, mas não consigo suportar se eles me falarem com quem eles se enroscaram. NÃO. Não consigo mesmo D:
E eu espero que quem leia isso não ache que eu tenho problemas. Aliás, ninguém vai ler, e aliás² eu tenho problemas mesmo u_u'

Tá. Acabou.
Foi só uma vontade insana de escrever qualquer coisa aqui.

quinta-feira, agosto 13

Nostalgia!

PARE! Parei meu mundo para pensar no passado. Nas experiências e fases que já vivi. Parei pra pensar nas pessoas que deixei pra trás e até nas que me acompanham até hoje. Pensei nas escolhas que fiz e nos caminhos que tomei. Nos rumos em que meu destino seguiu e que ainda poderão seguir.

Quando se pensa no passado vem átona toda uma lembrança, um sentimento. Nostalgia.

Tudo começa a reaparecer e a saudade das pessoas que deixei vai ficando mais forte. A cabeça começa a receber choques de ansiedade por não viver mais aquela época. A vida começa a se mostrar verdadeiramente e eu... então eu penso cada vez mais nas pessoas que deixei.

Aqueles momentos foram únicos. Aqueles abraços. Abraços tão infantis e tão sem malícia. Beijos e gestos tão sem significado que agora significam tanto. Lembram tanto. Lembram sentimentos que eu jamais imaginei que havia sentido.

E os aniversários e os bolos: cada ano a vela mudava. O bolo que no começo era de chocolate ou brigadeiro passou a ter enfeites mais juvenis. Os balões sumiram. E eu não percebia que isso passava cada vez mais rápido e que cada vez mais rápido as fases iam ficando para trás.

Hoje, aos pés de fazer quase 19 anos, com espinhas na cara, cabelo castanho, que já esteve natural. Hoje eu penso mais em estudos, faculdade, namoro, garotos, escola, baladas, amigos, futuro... e hoje eu tive esse pequeno espaço de tempo para pensar no que eu perdi, no que vivi, no que um dia eu arrependi de fazer e de não fazer. No que eu podia ter feito.

Porque daqui pra frente eu não posso mais me prender á coisas do passado. No que eu fiz ou no que eu deixei de fazer. Daqui pra frente eu tenho, e vou, mergulhar de cabeça no futuro.

quarta-feira, agosto 5

Meu sol ;

''Eu amo o sol, porque tudo em que ele toca fica amarelo e esta é minha cor preferida.. e como pode notar o sol toca tudo.''
Eu sou o grande amor da tua vida, disfarçada de sua melhor amiga.. No dia em que você soube desta verdade, foi o mesmo dia em que morri, deste então, outonos já si passaram e hoje, hoje estou com outro alguém. Demorou mas me sinto bem melhor.. aos poucos a dor foi sumindo e as cores do mundo, estas, aos poucos voltaram, uma a uma, todas, exceto é claro a que você sabe qual, não precisa ser adivinho pra saber ..
Enfim não da pra esquecer como é morrer de repente, pois acreditem .. aos poucos eu já morri um dia! Ate que chegou um certo alguém.. A negação no primeiro instante.. inevitável!
O desejo dele ser você.. irrevogável! A duvida de que ele jamais ocuparia teu lugar é certa ate hoje .. obvia e clara !!
Mas não nego, aos poucos ele foi me conquistando, não que esteja falando agora em viver no passado , mas , como posso ser alguém diferente se sempre estiver olhando para o que poderia ter sido? A resposta encontrei em uma manhã olhando para o passado, recordei de que te chamava de meu sol.. foi ai que tudo fez sentido, na verdade você é o sol e a cor de que sempre sentirei falta é o amarelo...e como já disse amarelo é minha cor preferida, fazer o que ele me deixa feliz!
Estando ao lado dele tenho certeza de que te esqueci...Então,imagino um jeito de te encontrar pra joga esta felicidade na tua cara! mas em fração de segundo,vem a raiva e a frustração porque o que realmente quero é ter por instantes, é ver por um segundo, o amarelo.
Sempre ao te ver sinto que é como se nunca tivesse partido...
Eu morri quando disse te amo , foi no mesmo dia em que você foi embora...rezo pra você voltar... pois si morri naquele dia, ao escrever isto, ainda estou morta.


báh, doreeeeei leras esse texto que foi feito e enviado pela minha prima linda *_*
creditos, VANIZIA! (LLL'

terça-feira, agosto 4

* será que eu ja posso enlouquecer ?

Felipe Navarro diz:
(19:55) -Fala assim; ' sou apaixonada por ele , nao deixo ele em paz 1 segundo, ele mexe demais cmg. Isso é amor ou paixão? Já nao sei responder, só sei que ele não sai do meu coração '

Tadinho, ele tava muito doido pra aparecer aqui no blog, nao sei porque mas ele me ama muito!
acho que é pelo fato de eu ser super legal ee conseguir aturar ele, porque pelamor vio, oô menino chato! UIHERIUHSIUHSIAUHSAIUHSAIUSAHIUSAHI ;]
tá, mas eu nem toô aparecendo por aqui mais uma vez - ja que custo vir uma vez no dia, pra postar babozeiras que ninguem nem lê! - HAHA pra poder falar desse malinha sem alça que é o senhorito Navarro.. beeem que ele queria, tava me implorando e supliiicando pra eu postar aqui um monte de blá blá blá, dizendo que amo ele!
então senhor felipe, considere dito o '' eu te amo'' e se sinta muito feliz ai ♥

Mas, entao eu vou aproveitar agora para desabafar o_O'
sim, eu to num momento da minha vida sl, ♪ [ amo essa musica de paixão, tá, masedai ? HAHA/
Bom, na vdd eu só estou cansada de segurar tudo por aqui. Quem foi que colocou o mundo nas minhas costas e não me avisou? Eu sei que aprendi a usar minha razão e me tornei dura como uma pedra, boa para tomar decisão e estou sempre com os pés no chão, mas eu queria mesmo sentir as pernas no ar por um momento, sentir algo mais forte do que eu e viver um pouco essa emoção. Mas não dá, assim não dá. É o tempo todo uma pressão muito grande. Se eu sou racional demais dizem que não tenho coração, se sou emocional sou uma burra que faz tudo pelos outros e só se ferra. Eu não quero seguir o padrão. Eu quero apenas poder ser santa e louca ao mesmo tempo. Quero tirar meus pés do chão por alguns momentos pra me sentir mais viva, pra sentir o arrepio na espinha. Posso me livrar de vocês por um segundo? Eu não quero fazer drama, nada disso. Mas às vezes eu queria chorar um pouquinho, reclamar um pouquinho da vida e me fazer de vitima, só pra tirar tudo isso que me incomoda por dentro, só pra sentir que eu ao menos tirei das minhas costas esse peso do mundo. Me permite por um segundo? Eu não me incomodo de ser colo, psicóloga, boa amiga, conselheira, ponto de equilíbrio, e qualquer outra coisa que
vocês pensam de mim, mas eu também sou humana e também quero meus direitos, quero colo, psicóloga, boa amiga, ponto de equilíbrio e tudo mais que vocês tem. Eu não quero andar sozinha, mesmo que isso seja possível, eu também preciso de vocês. Preciso perder o equilíbrio, desabar, cair e levantar. Eu gosto de ser diferente, mas tem esses momentos em que eu preciso ser normal. Ou eu acabo com esse peso, ou ele acaba comigo. entãão ou vocês me permitem ou eu me prendo eternamente, sem saber a conseqüência disso um dia. E talvez só quando esse mundo explodir em mim eu consiga meus direitos. Talvez, mas eu acho difícil, virou rotina, vocês se acostumaram e eu também, mas eu só peço cinco minutos, eu surto e vou embora, e vocês fingem que nada aconteceu, combinado? :)

ka, karine . eu. q


olha, eu sou uma pessoa cheia de defeitos, cheia de maniias, eu nem sem comer cachorro quente sem fazer uma meleca, eu não sou a pessoa mais paciente do mundo, tão pouco a mais legal, eu escrevo e depois não consigo terminar, preciso de horas pra tomar uma decisão as vezes até dias, eu ouço músicas e fico dançando que nem uma louca, eu assito filmes de romance e me imagino o filme todo na pele da mocinha, muitas vezes enfio os pés pelas mãos, faço coisas muito precipitadas e não que me arrependa mais me questiono por dias, sempre busco os dois lados e tento entender, eu gosto de ouvir as pessoas, falar dos sonhos e falar besteiras, eu como mm's de dois em dois, saio toda besta na rua sem olhar pros dois lados, não penteio o cabelo quando acordo aliás só penteio quando lavo, e quando alguém se mostra distante de mim por nada, eu me bloqueio e não consigo ser a mesma, eu odeio mentiras, meu sonho é ser mãe, e casar na igreja com meu principe encantado e que ele esteja de allstar, eu gosto da lua, das estrelas, do sol e da chuva, eu gosto quando o vento tá bem gelado, e dias assim eu vou na pracinha aqui perto de casa, andar, escrever, ouvir música e tomar sorvete ateé a boca congelar, odeio injustiças, não sou santa e muito menos poso de boa moça, não sou perfeita, e eu gosto de abraços, eu amo que mecham no meu cabelo, sou louca por massagem, e gosto de flores, flores e chocolate ual . não sei o que seria de mim sem o chocolate, porque eu converso com ele, e por incrivel que pareça sim, ele me entende *__* eu faço de tudo por aqueeles que amo, pode ter certeza, odeio futilidade, e detesto quem gosta de se aaparecer e quem desfaz dos outros, detesto quem acha que tem um rei na barriga, eu falo palavrões, e falo coisas feias as vezes pra minha mãe, e odeio isso, gosto tanto de gastar, amo gritar, e rir sem parar, choro de raiva mais no mesmo tempo coloco uma música bem barulhenta e enxugo as lágrimas, eu não desisto das coisas que eu quero, não mesmo adoro meias fofas, e sou louca por pijamas, adoro fazer as unhas, e grito tanto quando vou me depilar falo em marcianês nos gritos, não sei ficar sem música e eu to com preguiça de escrever mais, sim, eu sou a pessoa mais preguiçosa da face da terra... lálálálá parei .

sábado, agosto 1

Boa Noite, oi, olá.

O título deste post era pra ser "eu te amo", ou algo assim, mas aí lembrei que hoje em dia "bom dia", "oi" e "olá" são praticamente sinônimos dessas três palavrinhas. Se querem saber, antigamente eu achava que era problemática e que havia alguma coisa errada comigo devido à minha dificuldade de dizer pras pessoas que as amava. Mas atualmente eu prefiro ter essa dificuldade do que ser como a maioria, que sai distribuindo "te amo" até pra quem conheceu há um minuto. Estar liberando a alegria não é desculpa, o pessoal faz isso o tempo todo, e convenhamos, ninguém consegue ser feliz constantemente. E os que fingem conseguir não passam de hipócritas.

O que me "inspirou" a escrever sobre isso foi algo que aconteceu ontem à noite, quando eu estava no Orkut. Lá estava eu, postando e lendo posts em uma comunidade quando uma garota abriu um tópico pedindo ajuda. O que ela queria era que as pessoas fossem no scrapbook de um garoto e dizer que ela o amava. Isso já se tornou lugar-comum no Orkut, nem sei mais quantas vezes já vi isso. E para ser sincera, tenho dó de ambas as partes. Da garota que pediu o favor, e do garoto, que terá a maior invasão em sua página com scraps dos quais ele pode não gostar. Da garota, porque eu acho muito triste o fato dela precisar que os outros digam isso por ela. E do garoto, bom, acho que já expliquei. Até porque, 90% dos casos em que isso acontece o "amor" que a menina sente não é correspondido. Para que humilhar-se assim? Na minha opinião, se ela realmente tem tanta afeição por ele, então deveria estar demonstrando, não dizendo. E muito menos pedindos pros outros fazerem isso.

Então comecei a conversar com o garoto, e pra piorar o aviltamento pelo qual a garota estava passando com essa situação, o cara só falou mal dela, menosprezando-a. Criancice da parte dela começar com essa história toda. Quem sabe, com tudo isso que aconteceu, ela cresça um pouco. Afinal, o que não nos mata, nos fortalece ;D

sexta-feira, julho 31

Por que um blog (?)

“Existem nas recordações de todo homem coisas que ele só revela aos amigos. Há outras que não revela mesmo aos amigos, mas apenas a si próprio, e assim mesmo em segredo. Mas também há, finalmente, coisas que o homem tem medo de desvendar até a si próprio...” (Dostoiévski).

Por que escrever ? Para registrar experiências cotidianas? Para revigorar um dos passatempos mais antigos da humanidade: o falar de si mesmo e dos outros? Seria a necessidade do ego, também tão antiga quanto o mito de narciso? Por que, enfim, se expor? O costume humano a lutar contra o esquecimento é uma tradição que remonta à oralidade, e a nossa tecnologia contribui para isto.

Escrever é conversar consigo mesmo e com os outros; é organizar idéias e abrir a mente ao diálogo como o "feito", o "falado" e aquilo que os olhos e os ouvidos nos transmitem. Devemos estar abertos a aprender com a própria experiência e, escrever sobre o que lemos, ouvimos e vivemos, é também uma forma de aprofundar este aprendizado. Esta disposição ao diálogo, a aprender com o mundo e os que vivem no mundo, é fundamental a quem se propõe a ensinar. O educador precisa ser educado e este processo é permanente.

Escrever é lutar contra a natureza, isto é, contra a potencial perda de memória que avança com o passar dos anos. Escrever é, simplesmente, uma necessidade - em especial quanto a mente parece enredada num turbilhão de idéias.

Eis então o que espero ao utilizar este recurso. Que este espaço seja mais uma possibilidade para aprender-ensinar, dialogar, compartilhar idéias; que seja um espaço de reflexão, crítica e autocrítica permanente da prática docente.

È, para uma primeira vez, eu ate que nem falei babozeiras em.
beijos procêis ! HAHA ♥